domingo, 27 de março de 2011

Surpresa

A vida acontece de surpresa, de repente, entre “o nada” que antecede e “o nada” que vem a suceder. Neste átimo, ocorre aquilo chamado de vida, e fora dele existe, apenas, sonho e imaginação.

A vida acontece sem hora marcada, sem dia certo, a vida acontece do nada.

A vida, pois, não acontece, definitivamente, no dia do aniversário, em datas festivas, quando “surpresas” são esperadas, tampouco em alguma data especial, nem nos, famigerados, feriados.

A vida acontece no dia a dia, em um cotidiano sem freio, do nada que veio, e daquele devir.

A vida, assim, acontece do nada, e somente, ao lado da mulher amada.